Flu-ir

11:55 Renata Kawane 0 Comments

Porque as vezes escrevo e é tão pra mim.
Pequenas palavras embrulhadas com laços de carinho endereçados a minh'alma.
Porque se eu não puder construir esta conexão comigo mesmo, o sentido se perde.
É preciso me achar, para encontrar direções aos que vem a mim.
E eu sigo. Vou fluindo como água corrente.
Porque eu resolvi fluir, me encontrar e principalmente me perder.
Só encontro sentindo quando eu perco. Tá aí, tenho descoberto que se perder é encontrar.
Então fica assim... Deixa que a tempestade passa. Quando o mar se acalma tudo volta ao lugar. 

0 comentários: