A droga do romance

20:17 Renata Kawane 1 Comments

                                                                                     Ao som: 3 Doors Down - Here Without You


A droga dos filmes românticos nos enganam, enchem de uma cor radiante, sentimentos
contagiantes e logo te jogam pra vida. E ai? Ai, você toma no nariz!
Porque a vida tá mais pra ação, porque mulher tem o dom de romantizar tudo, e ver coisa onde não tem.
Quem foi que fez isso, faça o favor de reformatar?
Porque o mundo é prático, rapido, quase um miojo de tão instantâneo. Como dizem meus amigos: sou careta! Tá ai, quero ser mulher moderna, que sair por ai e não se importar de estar com alguém em uma festa, e não saber seu nome e nunca mais vê-lo.
Aquela que não liga pra sentimento, pra essência. Que acha que na 'night' tudo se resolve!
Aonde está você pelo amor de Deus! Onde? Não me vê cansada, com bolhas no pé da vida de tanto te procurar?

Ao começar este texto estava tão bem, mas novamente esqueci de ser a mulher moderna, pra dar lugar a retrô, que espera por você a cada passo dado, a cada olhar longínquo, e sorriso perdido gritando socorro a tua espera.
E eu continuo vendo você em cada cena de filme, em cada rosto que passa pelo meu dia, no cheiro de paz

que você tem.
Cadê você que some a cada olhar lançado pro mundo a sua procura? Cadê você com seu abraço aconchegante e protetor?


Porque, meu amor, minha persistência em fazer dar certo, em ser especial termina por todos. Mas minha esperança por você aumenta a cada dia.

Porque posso ter minhas tentativas frustradas, meu desejo de ser prática, reviver paixões antigas só por não ter a quem direcionar tal sentimento, mas não deixo de ver romance na vida, por mais bagaça que seja. Não deixo de te procurar. Não deixo um minuto se quer de crer que você existe, eu não deixo de crer que você está fazendo o mesmo a minha espera.

1 comentários:

bella disse...

Ah, mas qual é graça de ser sempre moderna, racional, prática?

Eu sou romântica, sofro por ser romântica e amo ser romântica.

Só não estou à espera de um príncipe encantado porque, romanticamente, acho que vai encontrei.